ZTE v821

A ZTE está oferecendo, no mercado nacional (acredito que desde agosto), um celular bom, barato, com suporte para 2 chipes e rodando o sistema operacional Android 2.2. Não é o melhor celular do mundo, mas pela proposta, valor (na casa dos R$ 400,00) e funcionalidades, vale realmente a pena.

Mas... existem alguns poréns (que são o objetivo deste post):
- Este aparelho tem um problema grave no bluetooth para voz. Este recurso simplesmente não funciona. Você consegue parear o dispositivo, realizar a ligação, porém, na hora de receber ou enviar os pacotes de voz (escutar e falar) a coisa fica feia. Um chiado insuportável como se fosse uma televisão sem sintonia. Com isso é impossível ouvir alguma ocisa ou falar alguma coisa.

- Se você gosta de utilizar o fone / microfone que vem com estes aparelhos, aqui existe mais um problema. Se a ligação partir de você, tudo bem, tudo fica perfeito, porém, se você estiver com o fone plugado e receber uma chamada, a coisa fica feia novamente. É impossível ouvir o que a pessoa esta dizendo do outro lado. Se o fone for removido e plugado novamente, o problema acaba, mas não deixa de ser um inconveniente.

- Alarme falha constantemente. Se você é uma pessoa que gosta de programar o despertador, prepare-se para perder hora. O aparelho resolve desabilitar o aviso sonoro na hora que quer. De todos os testes que fiz não consegui achar um padrão plausível para definir a causa do problema. A única pista que tenho é que o mesmo parece ocorrer quando se tem agendamentos contínuos, ou seja, uma programação de dias, semanas, por exemplo.


Entrei em contato com a ZTE que diz desconhecer os problemas, o que é lamentável, pois já testei 3 aparelhos comprados em épocas diferentes (todos permanecem com a mesma versão do sistema, ou seja, nenhuma atualização foi feita para a correção dos defeitos - o último testado foi na primeira semana de outubro/11). Para piorar, eles pedem que o aparelho seja enviado para reparo e o prazo para devolução é de 30 dias. Se alguém, hoje, no rítmo de vida que vivemos, puder se dar ao luxo de ficar sem um aparelho celular por 30 dias (alias, sem 2 aparelhos, pois o propósito de compra deste dispositivo se dá por aceitar 2 chipes, sendo assim, são duas linhas desabilitadas), quero a receita.

Ou seja, para o bluetooth não existe solução (a não ser que alguém consiga hackear o aparelho e criá-la por conta, afinal, esta versão do Android roda em cima de um kernel Ubuntu), portanto, se pretende utilizar este tipo de recurso, este celular não é para você.

Com relação ao alarme, existem N disponíveis na Android Market. Não tive a oportunidade de testá-los, mas acredito que exista algum que resolva o problema.

Comentários