Qual distribuição escolher ?

Estou escrevendo este post com o objetivo de facilitar a escolha da distribuição para aqueles que estão saindo do mundo windows ou mac e estão entrando no mundo Linux.

Este desctitivo trata-se de uma opinião pessoal e que pode variar de pessoa para pessoa.

Vamos ao que interessa...

Nestes últimos tempos decidi me aventurar com outras distros e analisar como estão e se alguma me traria melhores resultados no notebook de uso pessoal e possivelmente no ambiente de trabalho.

Antes de mais nada, venho utilizando o Linux Mint desde sua versão 13 e esta busca não se deu por nenhum problema no sistema e sim por pura curiosidade e, para ser mais sincero, conhecer um pouco mais das novidades que estão sendo implementadas no Gnome (de sua versão 3.10 para cima).

Passei por distros como Antergos (arch based), Fedora 20, openSUSE 13.1 Gnome e Ubuntu Gnome 14.04 (alpha 1), nesta busca por encontrar uma distro com a versão mais atual do Gnome que proporcione tudo que preciso de forma simples e rápida, pois não tenho tanto tempo para me dedicar a buscas muito profundas para solucionar problemas básicos.

Bom, o resultado não foi tão positivo...

Em primeiro lugar, o Gnome ainda não está pronto para uso, independente da distro. Faltam muitos recursos e por mais que eu tente, a organização por icones como é proposta pelo Gnome e pelo Ubuntu não fazem sentido para mim. Imaginem a dificuldade que um novo usuário Linux tem para achar um aplicativo nessa massaroca? Se ele tiver que digitar para procurar vai ficar louco, pois não saberá nem por onde começar.

Sinceramente, a única distro que apresentou um resultado excelente de organização deste tipo de visualização foi o Linux Deepin 2013 (alias, que trabalho fantástico desta equipe). Lá estão presentes os icones gigantes, porém, bem organizados em categorias que facilitam demais a busca.

Depois de ter utilizado um pouco cada uma delas, decidi abrir mais o leque e visitar algumas distros KDE (Mint 16 KDE, Netrunner, openSUSE 13.1) e acabei me surpreendendo com o desempenho, principalmente do Mint, que acabou ficando em meu home pc.

Para finalizar a história, para novos usuários, de fato o Mint 16 Cinnamon é a melhor opção, pois além de preservar um pouco da forma tradicional de um SO, vem com tudo pronto para uso. Eu diria que a única modificação a ser feita no sistema seria a instalação do unrar para poder descompactar arquivos neste formato. De resto, para qualquer novo usuário, o sistema é um prato cheio.

Eu diria que esta opção não seria apenas para novos usuários, uma vez que pessoas como eu, por exemplo, queremos instalar o sistema em 10 minutos e perder mais 10 ou 20 para customizar com as ferramentas que precisamos e pronto! Dai para frente foco na produtividade.

Então porque raios, no final desta papagaiada toda, eu acabei ficando com o Mint 16 KDE?
Saudades do azuzinho... talvez! rs...
Desempenho, estabilidade, customização... Me impressionou a velocidade de abertura de aplicativos, e diria também que é sempre bom mudar um pouco de ambiente gráfico para ver como está o desenvolvimento, analisar novos recursos, ferramentas e tudo mais (se procura uma distro KDE com visual bem trabalhado, dê uma olhadinha no openSUSE 13.1).

Novamente, este texto é apenas uma opinião pessoal e que derrepente pode ajudar novos usuários que ainda não sabem por onde começar neste mundo maravilhoso. No fim das contas, todas as distros são excelentes e de uma forma ou de outra atenderão as necessidades de todos. O conceito é basicamente o mesmo para todas elas. Se você aprende uma para aprender a outra basta dedicar um pouquinho de seu tempo. Eu sou fã do Debian e das distros baseadas no mesmo, então, acabarei sempre pendendo para este lado.

Cheers!
Qual distribuição escolher ? Qual distribuição escolher ? Reviewed by Marcos Garcia on janeiro 22, 2014 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.