Ética Digital: como equilibrar os riscos e recompensas da inovação digital

Atualmente, existe uma equação de confiança entre o consumidor moderno e as empresas com as quais ele interage. Com toda a automação e os insights trazidos pelo digital, os consumidores fornecem seus dados e esperam que suas informações pessoais estejam protegidas e sejam utilizadas de forma adequada. Por exemplo, eu posso me sentir à vontade se meu provedor de seguro de automóvel rastreie meus hábitos de condução e me recompense por ser um motorista seguro, mas eu me sentiria assim se eles automaticamente chamassem a polícia caso eu sofresse um acidente ou adiassem a próxima reunião na minha agenda porque estou atrasado?  

Para manter a confiança dos clientes, as organizações devem passar a implementar uma estrutura de ética digital. O ideal é que ela seja desenvolvida para definir não apenas como uma empresa inova e negocia com seus clientes, mas também como as informações sobre funcionários são utilizadas e gerenciadas... [leia mais]

Comentários