Justiça do Rio de Janeiro dá vitória ao Uber e diz que app não pode ser proibido

De nada adiantou o protesto contra o Uber feito por dezenas de taxistas, que bloquearam diversos pontos da cidade do Rio de Janeiro na semana passada. Isso porque uma juíza decidiu nesta terça-feira (5) que o aplicativo continuará funcionando na capital até que a atividade seja regulamentada oficialmente pelo Poder Público do Estado. 

Segundo a juíza Ana Cecília Argueso Gomes de Almeida, da 6ª Vara de Fazenda Pública do Rio, será mantida a liminar aprovada em outubro de 2015 que garante aos motoristas credenciados no app o direito de continuar no transporte remunerado individual de passageiros. Também permanece em vigor uma multa de R$ 50 mil destinada ao Departamento de Transportes Rodoviários do Rio (Detro/RJ) para cada multa, apreensão ou quaisquer atos que impossibilitem os funcionários do Uber de trabalhar... [leia mais]

Comentários